Como Evitar o Reganho de Peso Após a Cirurgia Bariátrica

Estar acima do peso é uma preocupação decorrente na sociedade atual. Com o sobrepeso e a obesidade, cada vez mais pessoas têm optado pela cirurgia bariátrica como forma de emagrecimento, e, consequentemente, controle do peso.

Porém, o reganho de peso após a cirurgia bariátrica pode ser um problema, e por isso é fundamental cuidar do corpo e da alimentação durante esse período.

Apenas a cirurgia não é suficiente

Considerada como doença, a obesidade pode ter diversas razões que vão desde a alimentação até distúrbios no corpo e na digestão dos alimentos, além dos motivos psicológicos e mentais. Portanto, o aumento na balança não pode e nem deve ser considerado como algo normal. O essencial é que exista uma junção entre a cirurgia e o equilíbrio de vida.

É preciso destacar que nem sempre a escolha pela cirurgia está ligada a beleza do corpo, mas sim à saúde, já que a obesidade pode desencadear doenças como pressão alta e diabetes.

Para constatar o reganho de peso após a cirurgia bariátrica, os médicos levam em conta quanto o paciente conseguiu emagrecer no período de seis meses. Caso o número seja menor do que 20% do peso total, é necessário que exista um acompanhamento, e, então, o diagnóstico do fato. Agora, se o paciente conseguiu emagrecer mais de 20% do peso total durante os seis meses, apenas o acompanhamento é fundamental.

Na análise dos resultados, alguns quesitos são levados em conta como satisfação pessoal com o novo corpo e a melhora de doenças associadas ao peso.

É normal que se ganhe um pouco mais de peso

Claro que após determinado tempo é natural que exista o reganho de peso após a cirurgia bariátrica, porém, se o peso adquirido exceder 50% em relação ao original, é preciso se controlar e procurar ajuda de um especialista.

Vale destacar que a cirurgia bariátrica é apenas o começo para o que deve ser uma mudança, tanto nas questões de alimentação como no estilo de vida. É preciso que o paciente entenda a importância de comer regularmente e a troca de alimentos gordurosos e calóricos por produtos mais naturais.

Nesse caso, vá substituindo pouco a pouco os nutrientes que antes eram considerados normais em sua dieta como comidas prontas ou grandes redes alimentícias por produtos naturais e comida caseira. A educação da boa alimentação é fundamental nesse período para evitar o reganho de peso após a cirurgia bariátrica.

Se exercite!

Os exercícios também têm peso fundamental nessa readaptação. Por isso, comece a se exercitar e escolha algo que gosta de fazer, um esporte preferido, uma atividade predileta. Nessa hora tudo é válido, seja na academia, com danças e lutas ou exercícios em casa.

Não se esqueça de fazer do exercício algo natural para o corpo. Quanto mais praticar mais natural vai ser a introdução dos bons hábitos, ajudando a combater o reganho de peso após a cirurgia bariátrica.

Somando a boa qualidade de vida com acompanhamento médico fica mais difícil o aumento do peso, favorecendo aqueles que escolheram a cirurgia como forma de melhora de vida.

Então, se você gostou deste texto não exite, compartilhe agora mesmo e ajude as pessoas que passaram por esse procedimento a entender um pouco mais sobre as mudanças que ela poderá sofre.

Este é um trabalho feito com muito amor e carinho para as pessoas, que assim como eu, precisaram recorrer a uma medida tão drástica para ter suas saúde, auto-estima e sua vida de volta!

Leave a comment